Tadeu (Controlados)

De Wiki Petercast
Ir para navegação Ir para pesquisar

Tadeu é um mago bomin, filho único de Galvino e Eva, influente casal da política de Al-u-ber. Em A Aliança dos Castelos Ocultos, atinge a idade em que, tradicionalmente, deve começar a aprender magia a partir dos pais, e a partir disso descobre porque não pode ficar junto de Amanda, que namora escondido desde o início da adolescência.

"Daquela noite Tadeu pouco lembrava quanto ao que ela vestia, mas lembrava que seus cabelos eram lisos, como os de Galvino, porém ainda mais longos e, ao invés de loiros, dotados de uma espécie de acobreado que combinava com seu rosto de linhas macias. Os olhos castanhos dela surpreenderam-se com o escuro cabelo penteado à esquerda do garoto, e também com seu pequeno nariz coberto em manchinhas beges [...] Depois de tanto tempo, o cabelo dos dois havia se transfigurado: ele não tinha mais cabelo algum, e ela havia cortado o seu. Ele, porque precisava fugir da vontade de ter cabelos longos, finos e retilíneos como os do pai. Ela, porque precisava fugir das boas razões para se cultivar um cabelo comprido em Al-u-ber." A Aliança dos Castelos Ocultos, capítulo 9

História[editar]

Desenho de Tadeu na época em que o Volume I estava sendo escrito. Apesar de ele apresentar no desenho o que poderia ser cabelo, ele é careca.

Sendo filho único do relacionamento entre duas pessoas públicas importantes numa cidade em que a magia é valorizada, Tadeu teve uma infância de compromissos sociais. Atacado pelo pai, assim como as outras crianças no mesmo contexto, para preferir a companhia das crianças bomins e ser um bom amigo para elas.Teve uma relação majoritariamente positiva com o pai, ainda que cheia de ressentimento pela repressão mágica - o que se agravou consideravelmente com Amanda. Com a mãe, contudo, tem uma relação mais amistosa, ainda que tão pouco intensa ou profunda quanto.

A personalidade de Tadeu foi fortemente moldada pela reação à silenciosa e misteriosa opressão que ele intuía (ver comentário A paranoia simétrica, no capítulo 9 do Volume I). Desconfiado, sensível, introspectivo e fechado, não via muito valor nas relações que mantinha com as pessoas que conhecia (da mesma idade) pois não confiava no próprio status de realidade delas.

Foi durante uma das reuniões sociais com os pais, às quais definitivamente não gostava de ir, que conheceu Amanda, filha de outro político, Barnabás. Amanda e ele logo se deram bem e, compartilhando uma série de coisas, descobriram gostos semelhantes e, em especial, uma percepção em comum sobre a estranha natureza da "magia" (da qual nada sabiam) e da falsidade inerente a muitas de suas experiências. Essa sensibilidade profunda e aparentemente rara os distanciou mais dos outros e fez com que gostassem cada vez mais um do outro, e confiassem também um no outro. Parte da história dos dois pode ser lida no capítulo 9 do Volume I.

Tadeu então começou a se encontrar cada vez mais com ela, mas, em razão da oposição entre tradições mágicas (e da proibição de uma potencial relação de aprendizado e ensino entre duas ou mais tradições diferentes) os pais dos dois lançaram mão, independentemente, de várias artimanhas para separá-los, minando seu relacionamento.

Em uma determinada época Tadeu brigou seriamente com Amanda. Quando ambos perceberam como seus sentimentos e pensamentos puderam ser manipulados para que se chegasse àquele momento, eles resolveram não apenas voltar como também usar aquele momento crítico como cobertura para o relacionamento, escondendo-o definitivamente até que soubessem o que os pais tinham contra a união deles, afinal. A desculpa para os encontros se dá, por parte de Tadeu, na forma de uma aula de cultivo, que Tadeu costumava frequentar mas deixou de fazê-lo: agora, nos horários da aula, se encontra com Amanda em um lugar relativamente secreto que serve de ponto de encontro fora das vistas da população da cidade.

Volume I[editar]

Desenho computadorizado de Tadeu; algumas fotos foram misturadas e modificadas com o software Gimp para produzir um esboço mais realista.

No Volume I, Tadeu e Amanda enfim atingem uma idade de fim de adolescência (cerca de vinte e oito rosanos) e começam a ter aulas de magia. Tadeu conhece, em uma festa bomin, Anabel, que o defende de outros garotos magos que gostariam de "iniciá-lo" agora que ele começou a aprender magia. O "ritual" de iniciação consistia em usar técnicas mágicas para invadir o castelo de Tadeu. Tadeu temeu que eles descobrissem seu segredo (Amanda), e portanto não permitiu que seus colegas o invadissem. Como o episódio se deu quando Tadeu ainda tinha pouco conhecimento mágico, Anabel precisou salvá-lo no ato.

Tadeu vai aos poucos se envolvendo na amizade de Anabel, e no fim do primeiro volume descobre que ela também tem um relacionamento (que, assume ele, deve ser tão proibido quanto o seu) com um mago de uma tradição diferente (um preculgo, Gustavo). Tadeu descobre isso ao tentar pôr em prática um plano que iria, em última instância, separá-lo de Amanda.

Isso acontece porque Tadeu é pressionado pela mãe a desistir de seu relacionamento (que ela deixa implícito conhecer) para o bem de todos. Seu plano é fazer isso de uma forma que Amanda o faça espontaneamente e sem brigas: ele pretende fazer com que ela se apaixone por seu amigo, Gustavo (que ele conhece apenas pelo nome, a partir do que Amanda lhe contou).

Tadeu aproveita uma permissão prévia de Amanda para invadi-la e realizar uma técnica que faz com que ela "goste" mais de Gustavo. A última parte do plano envolve fazer com que Gustavo "goste" mais de Amanda também. No entanto, ao invadir a sala verde de Gustavo, Tadeu encontra imagens de Anabel.

Tadeu vai então conversar com Anabel: diz a ela que, assim como ela, ele também se encontra com alguém com quem não deveria se encontrar, e que os dois casais poderiam se ajudar para viverem escondidos. Tadeu fica na esperança desta colaboração.

Volume 2[editar]

Cuidado! Você pode sofrer spoilers para o Volume 2 da Série Controlados se continuar a ler! Para ler o segundo volume da Série Controlados, é gratuito: leia online ou baixe o livro em PDF ou ePub neste link.

Tadeu rapidamente descobre que Anabel foi presa. Instada a dizer que é namorado dela para salvá-la ou ter seus segredos revelados pela prisioneira, ele tenta costurar um cenário plausível perante os pais - mas Eva o interrompe, declarando que cuidaria do assunto. Mesmo quando Anabel é declarada culpada, tendo data marcada para ser enforcada publicamente, ele ainda não é preso ou interrogado, e assim considera que ela não disse nada, mesmo sem entender por quê.

No dia do enforcamento, ele e Amanda veem que Gustavo está fugindo com Anabel e vão atrás dele; Gustavo os vence em uma luta e consegue fugir com a prisioneira. Com uma inteligente estratégia de Amanda (por causa das aulas de esgrima dele e das aulas de magia mais intensas dela, os dois não têm mais um tempo padronizado para se ver), Tadeu vai até a casa de Amanda conversar com ela, mas as conversas sempre parecem aprofundar os problemas de perspectiva do casal: Tadeu confessa que contou para Anabel sobre os dois, e, mais tarde, diz que suspeita que os hóspedes de Roun-u-joss em sua casa sejam, na verdade, filinorfos.

Cada vez mais frustrado, Tadeu aprofunda sua visão de que apenas se livrar da magia poderia garantir um futuro junto à Amanda; Amanda, por sua vez, entrincheira-se em sua convicção de que apenas sendo melhores magos os dois terão um futuro. Dividido, Tadeu procura conselho em Gabriel (um dos hóspedes de Roun-u-joss, que os pais apontaram como professor de esgrima) e depois, em Joana, comentando a dificuldade de sua posição. Joana então o convence a se tornar um filinorfo, prometendo-lhe uma vida diferente, de combate à magia. Joana, no entanto, exige que ele mate Galvino depois que o pai cai das escadas do segundo andar após uma luta com a líder filinorfa. Tadeu não consegue fazê-lo, e Gabriel o salva ao revelar que na verdade não era um filinorfo, e sim um preculgo.

Listas[editar]

As seguintes listas organizam os capítulos em que a personagem apareceu na história, as técnicas mágicas que executou (caso seja um mago), e os confrontos, físicos ou mágicos, dos quais participou.

As listas contam com aparições (ou menções), técnicas e confrontos explícitos. Quando ocorre algo simplesmente possível ou presumível isto não é listado, não confirmando o evento mas ao mesmo tempo não significando que ele não tenha ocorrido. Isto se dá pelo fato de que a interpretação do autor não quer dizer muita coisa, e a narrativa pode ser interpretada de diversas formas de acordo com os indícios deixados ao longo do caminho, desde que a interpretação seja consistente.

Aparições[editar]

Técnicas[editar]

  • Volume I
    • Tadeu fez com que Amanda gostasse mais de Gustavo - Capítulo 55
  • Volume II
    • Tadeu não foi mostrado realizando nenhuma técnica no Volume II.

Confrontos[editar]

  • Volume I
    • [Heelum e Neborum] Galvino o repreende e tenta invadir seu castelo; Eva o defende - Capítulo 46
    • [Neborum] Tadeu invade o castelo de Gustavo - Capítulo 59
  • Volume II
    • [Heelum e Neborum] Luta com Amanda contra Gustavo, que salva Anabel de uma execução em praça pública – Capítulo 23
    • [Heelum e Neborum] É espectador da luta entre Galvino e Joana; quando instado a matar o pai, não consegue ir em frente - Capítulo 65
🗺 Você está navegando pela Wiki Petercast! Há várias subwikis, e portanto não se confunda: para voltar à página principal do Neborum Online, clique no link do submenu Neborum Online na barra à esquerda!